sexta-feira, 18 de julho de 2008

Jesse e Celine


Talvez esses sejam os dois filmes mais subestimados da história do cinema. Os malabarismos que Linklater faz para dar força a história, as imagens capturadas, Viena, uma cidade completamente desconhecida no cenário filmes-bacanas-feitos-na-Europa. Dois personagens e uma estética e proposta que permite que estejamos dentro do filme guiando os passos de Jesse e Celine. O antes do amanhecer nao é mais poético ou menos realista que o antes do pôr do sol. Não acredito nem no contrário. Pois bem. Tenho ciúmes sim das coisas que descobri ao longo da minha vidinha cinematográfica. Eu vi esse filme dilacerar meu coração na adolescência, e senti o drama e a felicidade de encontrar Jesse e Celine nove anos depois em Paris. Os dois, nao sei porque cargas d´agua, viraram filminhos cult, pq nao vao cultuar Donnie Darko ou Dogville, pelo amor? Sim, como ja disse, tenho muito ciume do que eu descobri. (E aposto que a Maíra e a Luana concordam comigo)E me dá nojinho (adoro essa palavra, quem me ensinou foi a Jess) de ver quantas pessoas comparando esses dois com outros filmes mamão-com-açúcar e com finais idiotizados ou rasinhos. Sim, eu não gosto de discutir cinema, acho péssimo alias, fico me sentindo um verme, prepotente e mal educada, me sinto mal mesmo, afinal, deixe os meninos se divertirem. Claro, deixo sim. Não sou nenhuma reacionária, só tenho muito ciúme. Eu queria guardar esses dois numa estante escondida, onde que eu só pudesse ver junto com Luana e Maíra. Eu queria. Guardar e voltar no ano de 1996/1997. Eu queria aquele dia de novo, em que assistimos o filme juntas, e discutimos o filme, nós duas, com um copo de cerveja na mao e vários cigarros. "A gente é tão legal!". Bom, é isso. E para vocês que ainda não viram, não faço questão nenhuma de que vocês vejam, pra mim é melhor assim... ciúme sabe?

Um comentário:

cara pálida fora d´água disse...

você tá arrasando nesse blog, ainda quero comentar direito... tô amando...